INÍCIO / FUTEBOL PROFISSIONAL / NOTÍCIAS / CAPITÃO ABRIU UM CAMINHO QUE AFINAL ERA SINUOSO
Tondela esteve perto da vitória mas trouxe apenas 1 ponto de Moreira (1-1)
 
 

3/18/2017
CAPITÃO ABRIU UM CAMINHO QUE AFINAL ERA SINUOSO
Tondela esteve perto da vitória mas trouxe apenas 1 ponto de Moreira (1-1)



A final de Moreira de Cónegos apresentava ao Tondela, como anteviu o treinador Pepa, uma rotunda com três opções. Fazer inversão de marcha e ficar a 7 pontos da linha de água não se desejava mas andar às voltas e manter a diferença também não interessava. Seguir em frente com a vitória era portanto o único caminho possível e o capitão até começou por mostrar o caminho mas ainda faltava um obstáculo já perto do apito final.

Kaká, aos 20 minutos, adiantou o sonho auriverde e a esperança da primeira vitória fora de portas num jogo importante da recta final do campeonato e dava volume à boa exibição tondelense no primeiro tempo que já tinha ameaçado inaugurar o marcador num cabeceamento de Fernando Ferreira que Makaridze defendeu de forma apertada.

Na segunda parte entrou melhor o Tondela que esteve perto de fechar o jogo com um remate perigoso de Pedro Nuno que saiu ligeiramente acima do travessão e com uma oportunidade de Heliardo que levou a bola a atravessar toda a pequena área depois de um desvio no guarda-redes da casa.

Aos 77 minutos a primeira defesa de Cláudio Ramos! O Moreirense tinha sido, até então, uma equipa incapaz de incomodar o último terço tondelense e só nesta altura assustou o guardião do Tondela. Cabeceamento de Ramirez e Cláudio faz a defesa da tarde.

Intensificava-se a pressão do Moreirense na procura do empate e Sagna esteve perto de o conseguir ao receber uma bola perdida na direita e rematar fortíssimo para dupla intervenção de Cláudio Ramos.

Só que o guarda-redes do Tondela não pode evitar tudo. Aos 83 minutos, cruzamento largo para Diego Ivo que tem um salto monstruoso para cabecear à barra e na recarga Sougou só ter de encostar para o 1-1.

Frustração tondelense que ficou muito perto do regresso às vitórias mas acabou a somar apenas mais um ponto na luta pela manutenção, perdendo oportunidade soberana de se colar à linha de água que, assim, permanece a quatro pontos.

Um jogo marcado pelas saídas forçadas de Miguel Cardoso (indisposto) e Fernando Ferreira (lesionado) ainda na primeira parte que condicionaram a estratégia da equipa de Pepa em Moreira (Pité também saiu lesionado já perto do final).

Paragem do campeonato para os compromissos das selecções (Hélder Tavares em Cabo Verde e Jhon Murillo na Venezuela) com o Tondela a regressar à Liga NOS na recepção ao Estoril a 1 de Abril (16h) no João Cardoso.



Jogo no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos

Assistência: 1800 espectadores

Árbitro: Artur Soares Dias

Ao intervalo: 0-1

Marcadores: Kaká (20) e Sougou (83)

Acção disciplinar: cartão amarelo a Diego Ivo (26), Ramirez (53) e Heliardo (77).



Moreirense 1

Makaridze, A. Micael, Rebocho, Alan Schons, Roberto, Alex, Diego Ivo, Cauê, Sougou, Neto P. e Sagna

Substituições: Alan Schons por Boateng (32), Alex por Dramé (45) e Roberto por Ramirez (49)

Suplentes não utilizados: Taborda, Nildo P., Diego Galo e Bouba Saré.

Treinador: Augusto Inácio



CD TONDELA 1

Cláudio Ramos, Jaílson, Osorio, Kaká, David Bruno, Fernando Ferreira, Hélder Tavares, Pedro Nuno, Miguel Cardoso, Wagner e Heliardo

Substituições: Miguel Cardoso por Pité (31), Fernando Ferreira por Dylan (41) e Pité por Murilo (81)

Suplentes não utilizados: Ricardo Janota, Rafael Amorim, Amido Baldé e Batista.

Treinador: Pepa










 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
      

 
PÁGINA INICIAL  .  POLÍTICA DE PRIVACIDADE  .  TERMOS DE UTILIZAÇÃO
POWERED BY IVICEVERSA