INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / AINDA MAIS DIFÍCIL?!
Tondela perde com o Vitória SC (2-1)
 
 

4/9/2017
AINDA MAIS DIFÍCIL?!
Tondela perde com o Vitória SC (2-1)



Podia ficar tudo ainda mais difícil na luta pela manutenção? Podia! E ficou! Em Guimarães, os tondelenses começaram mal e viram o adversário adiantar-se e avolumar resultado ainda na primeira parte. Na segunda equilibraram o jogo mas só de penálti bateram Douglas.

Continua difícil a vida dos auriverdes na Liga NOS. Já se esperava complicado o jogo no Afonso Henriques mas a entrada em campo da equipa de Pepa fez antever o pior. Muito espaço para o Vitória jogar, para pensar e criar, e para finalizar na área que esteve a cargo do estreante Janota.

Tanto que logo aos 3 minutos já Marega se isolava e atirava ao poste da baliza auriverde.

Um susto que ganhou replay aos 12’ quando Marega cruzou para Hernâni falhar um golo feito com um desvio acima do travessão. E depois aos 13 minutos, novamente Marega solto na área a cabecear para defesa de Janota com as pernas.

Quem tanto ataca alguma vez acabaria por marcar e aos 14 minutos com um remate de fora da área que desvia decisivamente em Osorio e trai Janota o Vitória SC chega à vantagem por Texeira.

Continuava a pressão vitoriana com o Tondela a ver jogar e aos 24’ Marega isolado e à saída de Janota tentou o chapéu mas o esférico saiu alto demais.

Numa das poucas ocasiões em que os tondelenses se chegaram à área do Vitória SC, corria o minuto 25, Jhon Murillo sofre grande penalidade evidente mas Hugo Miguel “viu” o defesa vitoriano a tirar apenas a bola. Há braço, há corpo, há perna… tudo derruba Murillo, sem dúvidas.

A culminar uma primeira parte negativa eis que no último lance da primeira parte o Vitória se adianta no placard. Cruzamento já dentro da área para Hurtado de cabeça e sem oposição fazer o 2-0.

Havia muito para melhorar no segundo tempo e de facto o Tondela regressou ao relvado com uma postura completamente diferente. Tanto que passou a ter mais bola, obrigou o Vitória a baixar o bloco e foi-se aproximando da baliza de Douglas. No entanto, em 17 remates não é normal que apenas 3 sejam à baliza e, na sua maioria, inofensivos. Esta ineficácia saiu-nos cara e só de grande penalidade aos 83 minutos os auriverdes conseguiram reduzir a desvantagem. Jaílson não falhou na conversão.

Mas se esperávamos que os últimos minutos iam ser de sufoco para os da casa, com o Tondela lançado na procura do empate, tal acabou por nem se verificar. A falta de ideias para furar a defesa vitoriana manteve-se e a derrota consumou-se.

Com seis jornadas por cumprir neste campeonato as sortes do Tondela continuam nas suas próprias mãos, apesar de todos os percalços. Seguem-se dois jogos em casa (vs Rio Ave e Nacional). Se já estávamos a jogar finais, agora jogamos os jogos das nossas vidas. Que nos saia o sangue pelos olhos e sejamos um grupo, onde todos dão a vida por todos… não uma soma de individualidades. Há muito que já não há tempo para isso.



Jogo no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães

Assistência: 20.064 espectadores

Árbitro: Hugo Miguel

Ao intervalo: 2-0

Marcadores: Texeira (14), Hurtado (45) e Jaílson (83 de g.p.)

Acção disciplinar: cartão amarelo a Miguel Cardoso (79), Kaká (80), Douglas (82) e Pedro Nuno (90+4).



Vitória SC 2

Douglas, P. Henrique, R. Miranda, Zungu, Hernâni, Hurtado, Marega, Prince, Konan, Gaspar e Texeira

Substituições: Hernâni por Raphinha (72), Hurtado por Tozé (72) e Marega por Celis (88).

Suplentes não utilizados: Georgemy, Josué, Ruben F. e Sturgeon.

Treinador: Pedro Martins



CD TONDELA 1

Ricardo Janota, Jaílson, Osorio, Kaká, David Bruno, Hélder Tavares, Claude Gonçalves, Wagner, Murilo, Jhon Murillo e Miguel Cardoso

Substituições: Wagner por Pité (75), Murilo por Heliardo (79) e Miguel Cardoso por Pedro Nuno (85).

Suplentes não utilizados: Miguel, Bruno Monteiro, Pica e Fernando Ferreira.

Treinador: Pepa










 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
      

 
PÁGINA INICIAL  .  POLÍTICA DE PRIVACIDADE  .  TERMOS DE UTILIZAÇÃO
POWERED BY IVICEVERSA