INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / ESTA É VOSSA!
Vitória tondelense crucial em Arouca (1-2)
 
 

5/13/2017
ESTA É VOSSA!
Vitória tondelense crucial em Arouca (1-2)



Hoje todas as palavras são poucas perante a magnitude do que vimos dos nossos adeptos em Arouca. Dedicar-lhes por inteiro esta vitória é não só lógico como uma obrigação. Desafiaram a chuva e sabendo que tudo o que não fosse uma vitória teria um fecho dramático eles nunca se atemorizaram e ‘obrigaram’ a equipa a lutar por eles como nunca. A melhor forma de os compensar foi mesmo com uma vitória, com tanto de dramatismo como de merecimento.

Um remate de Crivellaro com efeito fora da área pôs o Tondela no pior dos pesadelos logo aos 10 minutos de um jogo de nervos.

Os auriverdes nem queriam acreditar neste arranque de jogo mas a reacção foi tão determinada que apenas um minuto depois já o jogo estava novamente empatado.

Pedro Nuno, ele mesmo, que procurava o golo desde Janeiro numa luta desigual contra o azar, desafiou as odds e no limite da área rematou para o 1-1. ‘Feitiço’ quebrado. As sortes mudavam.

O Tondela estava claramente por cima do jogo e Heliardo teve dose dupla para ser feliz. Na primeira tentativa o remate saiu enrolado e ao lado quando já só tinha Bolat pela frente. Na segunda viu mesmo o guardião ultrapassado mas a bola bateu caprichosamente no poste direito.

Até ao intervalo do Arouca só se viu um remate de fora da área que Cláudio Ramos defendeu sem dificuldade.

Com 45 minutos para lutar pela permanência, o Tondela partiu em busca do segundo golo e aos 57 esteve perto com um cabeceamento de Kaká ligeiramente acima do travessão.

O Arouca respondeu com a entrada do avançado Mateus e este não se fez rogado ao dispor da melhor oportunidade da sua equipa em todo o jogo. Minuto 66 e Mateus aproveitou uma bola pingada no limite da área para rematar forte e rasteiro. No meio da confusão Cláudio Ramos teve olhar de lince e atirou-se ao nível do relvado para evitar o pior. Enorme defesa!

Aos 72 Osorio é derrubado na área mas Carlos Xistra entendeu que não houve motivos para grande penalidade. Ficaram as dúvidas.

Mas o momento do jogo estava reservado para o minuto 78. Livre directo em posição frontal para Pedro Nuno bater. O camisola 17 olhou a baliza de Bolat e atirou em arco para o poste direito. A bola esbarrou no ferro mas foi depois anichar-se nas malhas laterais contrárias. Golo do Tondela e a loucura no sector dos adeptos auriverdes. Cerca de 500 em festa rija!

Nos últimos minutos grande discernimento da equipa de Pepa em segurar a vantagem com posse de bola e deixando o Arouca bem longe da sua grande área.

Os três pontos viajaram assim para Tondela juntamente com a esperança daqueles que nunca largam o clube da sua cidade.

No próximo fim de semana (data/hora a definir) joga-se a última ronda do campeonato!

Quem como nós viveu a epopeia da época passada sabe que tudo é mesmo impossível quando nunca se desiste e se luta com a vida pelo que se acredita! Que nada nos pare!



Jogo no Estádio Municipal de Arouca

Árbitro: Carlos Xistra

Ao intervalo: 1-1

Marcadores: Crivellaro (10), Pedro Nuno (11 e 78).

Acção disciplinar: cartão amarelo a Vítor (32), Osorio (53), Jubal (67), David Bruno (70), Crivellaro (75) e André Santos (89).



Arouca 1

Bolat, Hugo Basto, Anderson, Vítor, Artur, Adilson, N. Valente, Tomané, André Santos, Jubal e Crivellaro

Substituições: Artur por Mateus (58) e Crivellaro por Walter (84).

Suplentes não utilizados: Rui Sacramento, Sema V., Sancidino, Gilson e Nelsinho.

Treinador: Jorge Leitão



CD TONDELA 2

Cláudio Ramos, Jaílson, Osorio, Kaká, David Bruno, Claude Gonçalves, Hélder Tavares, Pedro Nuno, Miguel Cardoso, Jhon Murillo e Heliardo

Substituições: Miguel Cardoso por Wagner (66), Pedro Nuno por Bruno Monteiro (84) e Jhon Murillo por Pité (90+3).

Suplentes não utilizados: Ricardo Janota, Pica, Dylan e Fernando Ferreira.

Treinador: Pepa










 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
      

 
PÁGINA INICIAL  .  POLÍTICA DE PRIVACIDADE  .  TERMOS DE UTILIZAÇÃO
POWERED BY IVICEVERSA