INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / GUERREIROS
Vitória em exibição de grande entrega
 
 

2/1/2020
GUERREIROS
Vitória em exibição de grande entrega



Se há vitórias que valem mais que os “normais” três pontos, esta é sem dúvida uma delas. O CD Tondela venceu este sábado por 0-1 na casa do Portimonense, reagiu tal como se esperava e deu um safanão na série negativa de resultados que teimava em prolongar-se.



Um golo solitário, mas vital, de Philipe Sampaio aos 11 minutos garantiu a primeira vitória dos auriverdes este ano civil, mas mais importante que tudo, recompensou o grupo de trabalho às ordens de Natxo González que deixou tudo em campo, numa clara amostra do que deve ser uma equipa - unida, ligada à corrente, uma família.



Numa partida em que os beirões tinham plena consciência da importância dos pontos, o bloco compacto do CD Tondela sempre soube gerir os períodos de maior controlo da bola por parte dos algarvios, anulando com maior ou menor dificuldade as jogadas da equipa da casa.



Numa entrega absoluta de todos, os auriverdes conquistaram os três pontos, na primeira vez na história que vencemos em Portimão, regressando assim aos triunfos no campeonato.



Uma vitória que tem ainda mais significado perante o apoio inexcedível dos nossos adeptos que fizeram mais de 1000 quilómetros (entre ida e volta) para estarem presentes no estádio. São para vocês estes três pontos!



A equipa goza agora dois dias de folga, tendo o regresso aos treinos agendado para terça-feira.



Confere a ficha do jogo:



Portimão Estádio, Portimão



Assistência: 2241 espetadores



Árbitro: João Pinheiro



Portimonense: Ricardo Ferreira, Anzai, Lucas, Jadson, Henrique (Jackson Martinez, 46’), Aylton Boa Morte, Pedro Sá, Bruno Costa, Fernando (Marlos, 72’), Luquinhas (Anderson, 46’), Dener;



Suplentes: Gonda, Hackman, Jackson Martinez, Marlos, Anderson Oliveira, Zé Gomes, Rodrigo;



Treinador: Bruno Lopes.



CD Tondela: Cláudio Ramos, Fahd Moufi, Yohan Tavares, Philipe Sampaio, Filipe Ferreira (Jaquité, 46’), John Murillo (Richard, 18’), Pepelu, Pité (Ricardo Alves, 89’), Jonathan Toro, João Pedro,  Tomi;



Suplentes: Babacar Niasse, Jaquité, Xavier, João Reis, Ruben Fonseca, Ricardo Alves, Richard Rodrigues;



Treinador: Natxo González.



Disciplina: Cartão amarelo a Fahd Moufi (4’), Henrique (13’), Pité (45’+2’), Bruno Costa (56’), Jadson (84’), Tomi (90’+2’);



Marcador:



0-1 Philipe Sampaio, 11’