INÍCIO / MEDIA / TODAS AS NOTÍCIAS / EMPATE QUE SE AJUSTA
Tondela com nulo em casa
 
 

2/9/2020
EMPATE QUE SE AJUSTA
Tondela com nulo em casa



“Quando não se pode ganhar, que se empate”. Esta é daquelas frases feitas do futebol que encaixam que nem uma luva no jogo desta tarde entre CD Tondela e Marítimo.



Num duelo que acabou como começou, com 0-0 no marcador, os auriverdes somaram mais um ponto na caminhada rumo à tranquilidade mas voltou a não conseguir quebrar o enguiço dos jogos em casa.



Naquele que foi o segundo jogo consecutivo sem sofrer golos, algo que sucedeu pela segunda vez esta temporada, Natxo González viu-se forçado a mexer no onze inicial, relativamente ao encontro em Portimão, devido ao castigo de Fahd Moufi e às lesões de Filipe Ferreira, Yohan Tavares e Jhon Murillo.



No entanto a resposta do coletivo foi positiva, mantendo os beirões um bom registo no processo defensivo, com notas para a estreia absoluta de Marko Petkovic e de João Reis que foi titular pela primeira vez esta temporada.



Num jogo quase sempre disputado muito longe das respetivas balizas, o empate sem golos acaba por ser um resultado que se aceita com naturalidade, deixando desta forma as duas equipas na mesma à distância de três pontos.



Destaque ainda para Cláudio Ramos que somou esta tarde o 94º jogo consecutivo na Liga NOS, o que passa a ser o novo recorde de longevidade, batendo a antiga marca que pertencia ao também guarda-redes internacional português, Rui Patricio com 93 encontros seguidos. Mais um registo só ao alcance dos melhores. Parabéns Cláudio.



O plantel folga esta segunda-feira, tendo regresso ao trabalho agendado para a próxima terça-feira e já com o encontro frente ao CD Santa Clara a contar para a próxima ronda da Liga NOS.



Confere a ficha do jogo:



Estádio João Cardoso, Tondela



Assistência: 1574 espectadores



Árbitro: André Nárciso



CD Tondela: Cláudio Ramos, Petkovic, Philipe Sampaio, Ricardo Alves, João Reis, João Pedro (Valente, 78’), Pepelu, Jaquité, Richard Rodrigues, Tomislav (Ruben Fonseca, 68’), Jonathan Toro (Pité, 84’);



Suplentes: Babacar Niasse, Jota, Pedro Augusto, Pité, Ruben Fonseca, Xavier, Valente;



Treinador: Natxo González



CS Marítimo Madeira: Abedzadeh, Bebeto, Kerkez, René Santos, Ruben Ferreira, Nanu, Moreno, Xadas (Joel, 72’), Edgar Costa, Rodrigo Pinho (Bambock, 86’), Correa (Daizen Maeda, 65’);



Suplentes: Charles, Getterson, Daizen Maeda, Bambock, China, Pelágio e Joel).



Treinador: José Gomes